Em outubro de 2018, um professor foi preso em flagrante após abusar sexualmente de algumas de suas alunas da 3ª série do ensino fundamental.  Na segunda-feira, 18, ocorreu o julgamento que condenou o professor a 20 anos de prisão em regime fechado, além de pagar uma indenização para cada vítima, uma aluna de oito anos e duas de nove.

O professor dava aulas para o 3º ano da Escola Municipal Maria Pereira Campos, no bairro Colônia Santo Antônio, na Zona Norte de Manaus. Ele era o responsável pela classe e também por uma turma do 5º período.

O processo tramita sob segredo de Justiça. A sentença condenatória foi assinada e lançada no processo quatro meses e 18 dias após a prisão em flagrante do professor, ocorrida em outubro do ano passado.