270 ataques de morcegos são registrados

//270 ataques de morcegos são registrados

(Foto: divulgação)

A Secretaria Municipal de Saúde de Barcelos registrou nos últimos doze meses, aproximadamente, 270 ataques de morcegos nas nove comunidades do rio Unini, a 401 Km de Manaus.

No mês de novembro, dois irmãos morreram e um terceiro segue internado na Fundação de Medicina Tropical (FMT), em Manaus. Familiares relataram que as vítimas foram atacadas por morcegos. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), as pessoas que relataram mordidas do animal já tomaram três doses da antirrábica humana.

A vacinação de todos os moradores das nove comunidades, aliás, foi autorizada pelo Ministério da Saúde. Uma equipe do Governo Federal está no Amazonas para investigar os casos de raiva humana.

 

Óculos de grau são entregues

(Foto: divulgação)

Pacientes de 12 municípios do interior e comunidades ribeirinhas começaram a receber óculos de grau gratuitos. São 2,2 mil óculos que fazem parte do Programa Amazonas Saúde Itinerante, que realizou mais de 48.760 atendimentos médicos especializados em 2017. Através do programa foram identificadas as pessoas que necessitavam do benefício.

Os municípios beneficiados são: Beruri, Canutama, Carauari, Comunidade Caramuri, Eirunepé, Itacoatiara, Itamarati, Itapiranga, Juruá, São Sebastião do Uatumã, Silves e Tapauá. A entrega começou a ser feita a partir desta terça-feira (5) aos representantes de cada município. As secretarias municipais de Saúde ficarão encarregadas de entregar os óculos às pessoas das comunidades assistidas pelo Amazonas Saúde Itinerante.

 

Turista desaparece na mata de Presidente Figueiredo

Após passar três dias perdida na floresta de Presidente Figueiredo, uma empresária mineira de 53 anos que foi encontrada na terça-feira (5). Ela se perdeu na mata durante um passeio à cachoeira Sussuarana, na Vila de Balbina.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), a empresária está consciente e passa bem. Ela recebeu atendimento médico e prestou depoimento à polícia. A mulher é natural de São Tomé das Letras, no Sul de Minas Gerais.