A BRONCA AGORA É COM ELES

//A BRONCA AGORA É COM ELES

A BRONCA AGORA É COM ELES

Oxumarê é a serpente arco-ires, que vive girando ao redor das telas da Globo, Band e Record e dos grandes grupos de comunicações que representam. Consciente dos riscos e da surpresa que a corrida na direção da Compensa representa, o candidato Amazonino Mendes escalou a retroescavadeira Marcos Rotta,  Rebecca Maria Bonita Garcia e  o iron-man Marcelo Ramos para baixar a bola e reduzir as baforadas broncosas de Wilson Lima querer o governo do Amazonas com um curriculum em branco.

Planos e estratégias

Mudando planos e estratégias para melhor tomar decisões, aplicar recursos e avaliar resultados, o time teem do Negão vai entrar de sola onde jogam melhor que nem um outro, enquanto o Negão vai para o túnel dá uma de técnico, no bom sentido é claro. Depois que suas crias estão com mandatos no senado garantido, vai conversar com Arthur Neto que tem a sede do governo também para a Compensa. Nessa virada, a corrida ganhou novo fôlego e empolgação, já que se trata de um bairro que define qualquer parada em todos os sentidos, sem que seja relevante afirmar: só Compensa ganhar quem tem time e banco de reserva para vencer o campeonato.

Alto preço

A candidata a vice-governadora, Rebecca Garcia (PP), disse às lideranças comunitárias de diversas zonas de Manaus que o segundo turno vai ser da razão contra a emoção. “A eleição costuma ser da emoção. Só que a emoção é somente no dia da urna. No dia seguinte vem a ressaca da realidade. E você, caso não vote com a razão, fará com que nós amazonenses paguemos um alto preço nos próximos quatro anos. O futuro de quatro milhões de amazonenses não pode ser comandado por aventureiro”, comentou Rebecca.

 

 

 

 

 

2018-10-09T10:48:51+00:00outubro 9, 2018|Manchete|