A TIROS PERSONAL TRAINER É EXECUTADO

//A TIROS PERSONAL TRAINER É EXECUTADO

A TIROS PERSONAL TRAINER É EXECUTADO

De forma inesperada, um homem trabalhador, honesto, estudioso e muito responsável foi morto com tiros à queima roupa na noite de quarta-feira (7), na hora em que saía do trabalho. O Personal Trainer Dário Guedes, 36, foi vítima de cinco tiros ao sair de uma academia na Avenida Carvalho Leal, no bairro Cachoeirinha, na zona Sul de Manaus. Segundo a Polícia Civil, a vítima não tinha nenhum tipo de envolvimento com coisas ilícitas, não tinha passagem por crimes e o caso será investigado.
Dário estava no carro dele, um modelo Voyage, cor preta e placas OSC-3157, de vidros baixos, quando foi surpreendido com a chegada de dois homens em uma motocicleta de cor vermelha, que atiraram contra ele, sem chances de defesa. Segundo a Perícia Criminal, o homem tentou desviar dos disparos, mas não conseguiu. Amigos e familiares estavam revoltados com tanta crueldade.

Dário foi atingido na cabeça, nos braços e no pescoço. Ao todo ele foi morto com cinco tiros. Curiosos e amigos de academia estavam no local do crime, junto com os policiais militares da 1ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Houve muitos boatos sobre o motivo da morte do rapaz, mas nada foi confirmado por familiares.

FAMÍLIA EMITE NOTA À IMPRENSA

Nas redes sociais, um boato foi espalhado em comentários e publicações de que Dário foi executado por estar se envolvendo com a mulher de um traficante e que a vítima costumava se relacionar com mulheres casadas. Familiares em momento de dor emitiram uma Nota à Imprensa explicando que essa versão não está confirmada, e que tudo será investigado pela Polícia Civil.

Segundo a família dele, as causas ainda são desconhecidas, as notícias espalhadas são apenas especulações e que somente familiares e amigos sabem a verdadeira conduta do falecido jovem covardemente assassinado em via pública.
A nota diz ainda que em momento oportuno amigos e familiares pedirão retratação das publicações apresentadas e pedem por Justiça em nome de Dário, para que os culpados sejam colocados atrás das grades.

INVESTIGAÇÕES JÁ EM ANDAMENTO


Logo que o caso foi registrado no 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), os investigadores da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), caíram em campo para descobrir os responsáveis pelo caso. Câmeras de segurança de alguns estabelecimentos podem auxiliar os policiais a chegar na identidade dos suspeitos do crime.

O corpo de Dário passou por Perícia Criminal ainda dentro do veículo dele e logo após foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). O delegado Orlando Amaral, titular da DEHS falou que o caso já está sendo cuidado.

Muitos amigos postaram fotos em redes sociais, assim também como membros do esporte amazonense que conheciam a vítima e disseram que Dário era uma pessoa excepcional e de bom caráter.

2018-11-08T14:46:52+00:00novembro 8, 2018|Manchete|