Ação do ‘Novembro Azul’ acontece na Zona Sul

//Ação do ‘Novembro Azul’ acontece na Zona Sul

 

A quinta edição do Dia “D” do Novembro Azul da Unidade Básica de Saúde (UBS) Lourenço Borghi, no bairro Japiinlândia, na Zona Sul, acontece no próximo sábado, 25. A programação será realizada em parceria com o Serviço de Urologia do Hospital Adriano Jorge, com equipe coordenada pelo urologista Ítalo Cortez, e atenderá 120 homens que apresentaram algum tipo de alteração nos exames de ultrassonografia da próstata e de PSA (Antígeno Específico da Próstata).

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, o evento tem como objetivo incentivar a realização dos exames para a detecção precoce do câncer de próstata. A diretora da UBS Lourenço Borghi, Jucinara Rodrigues, informa que o atendimento dos 120 homens já cadastrados será realizado por uma equipe de cinco profissionais da equipe do Serviço de Urologia do Hospital Adriano Jorge, das 7h30 às 12h.

Orquestra celebra 10 anos

 

Nesta quinta-feira, 23, a Orquestra Experimental da Amazonas Filarmônica festeja seus dez anos de trajetória com concerto especial, às 20h, no Teatro Amazonas. Ingressos para plateia e frisas já estão à venda na bilheteria do local. Os demais assentos são livres.

A Orquestra Experimental da Amazonas Filarmônica comemora sua primeira década de vida com o concerto “10 Anos de Sucesso”, revisitando composições que fizeram parte da trajetória do grupo ao longo desse período. A orquestra foi criada em 2007, sendo mantida pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC).

Qualidade do ar em debate

Antecedendo a criação da Vigilância de Populações Expostas à Poluição do Ar (VigiAR), na capital, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou na terça-feira, 21, o ‘Seminário de Vigilância em Saúde de População Exposta a Poluentes Atmosféricos’. O evento aconteceu no auditório da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), localizado na avenida Djalma Batista, zona Centro-Sul.

A subsecretária de gestão da Saúde da Semsa, Lubélia Sá Freire, destacou a importância da implantação da Vigiar em Manaus. “Temos doenças e agravos advindos da poluição do ar, mas atualmente não fazemos esta relação. Precisamos monitorar o ar para que seja feito um planejamento e darmos à população uma melhor qualidade do ar”, salientou Freire.

 

 

 

2017-11-22T10:34:35+00:00novembro 22, 2017|Cidade|0 Comentários