Estudantes do La Salle causaram uma imensa saia-justa para uma das mais tradicionais escolas de Manaus, ao publicarem nas redes sociais uma foto fazendo a saudação nazista de Adolf Hitler. A foto foi publicada segunda-feira no Instagram. A reação foi imediata nas redes sociais e também dentro da escola. Uma professora da escola aparece na foto. O nome dela não foi identificado.

Lembrando que é crime fazer esse tipo de imagem no Brasil. “Escrever, editar, divulgar e comerciar livros fazendo apologia de idéias preconceituosas e discriminatórias contra a comunidade judaica” (Lei 7716/89, artigo 20, na redação dada pela Lei 8081/90). Constitui crime de racismo sujeito às cláusulas de inafiançabilidade e imprescritibilidade (CF, artigo 5º, XLII). Ou seja, um crime que não tem prescrição, isto é, deixa de ser punido por questões temporais e nem é possível que se pague fiança. Como também, o Crime de Divulgação do Nazismo”:

“Fabricar, comercializar, distribuir ou veicular, símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo” pode provocar pena e reclusão de dois a cinco anos e multa”.

O La Salle emitiu nota contra a atitude dos alunos. “A Direção do Colégio La Salle Manaus, em decorrência dos comentários havidos em redes sociais acerca da publicação, por parte de alguns alunos, de uma foto com comportamento inadequado alusivo ao nazismo, informa já ter adotado todas as providências cabíveis e necessárias. O fato ocorreu em uma sala de aula, na manhã da última segunda-feira, dia 13 maio. Todos os envolvidos naquele momento já conversaram com a Equipe Diretiva e esclareceram os fatos. Foi advertido quão equivocado foi o comportamento adotado por todos que participaram da ação, os quais se comprometeram a jamais repetirem tais atitudes”.