A Prefeitura de Manaus vai pagar anuidade para crianças ingressarem em creches particulares e, assim, aumentar o número de vagas disponíveis na cidade. A informação foi confirmada pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, nesta terça-feira, 16, durante a inauguração da 18ª creche municipal, na zona Norte. O Bolsa Creche, segundo o prefeito, já está com o projeto em andamento e tem um modelo similar aos programas de socioinclusão mantidos pela prefeitura, como o Bolsa Universidade, o Bolsa Idiomas e o Bolsa Pós-Graduação.

“Nós vamos pegar as instituições privadas, submetê-las às análises dos nossos técnicos e, se aprovadas, elas vão aderir a um programa que inclui renúncia fiscal e contrapartidas e, assim, nós vamos colocar mais crianças em creches. Os parceiros devem ter a mesma qualidade dos serviços que são oferecidos pelo município e estar em locais próximos ao nosso público”, explicou Arthur Neto, que estava acompanho da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro. Ainda não há uma data definida para o lançamento do projeto.

Construção de creches

Foto: Márcio James / Semcom

Segundo o prefeito, a ideia é compensar as dificuldades que o município tem hoje para construir e manter creches públicas, uma vez que há uma inversão de valores na relação município/governo federal. Na construção das creches o governo federal entra com 55% e o município com 45% do valor total. Enquanto isso, para a manutenção, que é significativamente mais onerosa, a participação do município é de 90% e do governo federal de apenas 10%. Isso significa que, para cada creche inaugurada, há a necessidade de se disponibilizar no orçamento R$ 4 milhões anuais.

“Essa relação faz com que a nossa capacidade para construir e manter creches seja reduzida. Hoje estamos entregando a 18ª creche municipal, 13 delas construídas na nossa gestão. Era para termos construído muito mais, se houvesse uma compreensão do governo federal quanto à manutenção. Eu já pedi, encaminhei, esclareci sobre essa situação, mas até agora não houve uma resposta positiva”, explicou o prefeito. “Estamos usando a criatividade. Vamos dar um drible no governo federal e criar o Bolsa Creche, para atender milhares de crianças”, afirmou o prefeito.

Inauguração na Zona Norte

Foto: Márcio James / Semcom

A creche municipal Professora Dalvina do Nascimento Martins, localizada no conjunto Canaranas, Cidade Nova, na zona Norte, é a segunda unidade inaugurada neste quadrimestre e amplia a rede para 18 creches em funcionamento, 13 delas construídas na gestão do prefeito Arthur Neto e quatro que funcionam em regime de convênio. A unidade atenderá 208 crianças, de 1 a 3 anos, distribuídas em nove salas de aula, e conta com mais de 20 profissionais, entre professores, pedagogos, manipuladores de alimentos e gestora.

A nova creche também conta com a Parceira Público-Privada (PPP) para a doação de brinquedos de uso comum nas salas de aula, feita pelo Amazonas Shopping, que na semana passada também participou de outra ação de inclusão social, trazendo crianças de uma tribo indígena da área rural de Manaus para um passeio no parque do shopping. “Nossa ideia é participar dessas parcerias e, cada vez mais, promover a socioinclusão”, afirmou o superintendente do Amazonas Shopping, Rodrigo Vabo.