Um professor que assediava as alunas da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), foi afastado por um ano e volta a lecionar este ano na Escola Superior de Ciências Sociais (ESO). A situação causou revolta entre as estudantes, que denunciaram o caso em 2017.

O professor leciona a disciplina de matemática aplicada nos cursos de Contabilidade, Administração e Economia da ESO. Em outubro de 2017, foi denunciado para a reitoria por assédio sexual e moral contra alunas da instituição.