BANDIDAGEM COM OS DIAS CONTADOS

//BANDIDAGEM COM OS DIAS CONTADOS

BANDIDAGEM COM OS DIAS CONTADOS

 

O secretário Louismar Bonates disse nesta segunda-feira que bandido não terá vez no Amazonas. Em entrevista exclusiva ao Maskate ele disse que o objetivo é criar uma nova segurança para os amazonenses. “Estamos intensificando os trabalhos para prestar um grande serviço.   Estaremos em todas as áreas de Manaus até o cidadão ter a certeza que ele é o dono da comunidade”.

Bonates disse que não vai mais tolerar que pequenos grupos armados tirem a paz da população. “Esses grupos não podem dizer o que o povo tem de fazer. Isso vai acabar”. A Polícia Militar segue trabalhando de forma a fazer uma ação preventiva, assim como a Polícia Civil faz investigações para punir os bandidos. “Estamos trabalhando de forma integrada, inclusive com o Detran. Estamos recuperando mais carros e diminuindo o número de roubos. Acredite na polícia”.

A operação Pilar, que prendeu vários criminosos em Manaus, vai continuar por toda a cidade. A prioridade é dar paz aos trabalhadores e ao povo de bem. “Vamos para todas as zonas. Nosso trabalho de segurança é intenso e diário”, garante.

Cidadão quer paz

Bonates também comentou sobre os investimentos do Governo em relação à segurança. O governador Wilson Lima vai investir em novos equipamentos e armamentos, comprando lanchas blindadas e atacando os traficantes. “Vamos receber mais de três pistolas de 9 milímetros e investir em equipamentos de proteção individual”.

Em áreas comerciais o Governo vai investir em motos, que serão mais ágeis no combate em lugares estreitos e também nos corredores de ônibus. “Sempre precisamos e queremos mais. Estamos agindo e sabemos que nunca é o bastante. Por isso estamos olhando para frente”.

Fronteiras vigiadas

As drogas que entram pelas fronteiras do Amazonas também foram tema na entrevista de Bonates. “Graças a Deus nossos policiais estão preparados e não temos baixa. Vamos à Brasília  discutir novos projetos e apoio material e de pessoal nos nossos rios”.

A extensão territorial grande dificulta o trabalho da polícia, mas as autoridades estão juntas com a Polícia Federal e Forças Armadas para combater o tráfico. “Fazemos trabalho de inteligência e com criatividade estamos patrulhando nossa fronteira, que é imensa. Mas estamos progredindo muito no quesito fronteira”.

2019-02-11T15:45:44+00:00fevereiro 11, 2019|Cidade|