Uma criança de apenas dois meses foi encontrada morta na manhã deste sábado na comunidade “Cidade das Luzes”, bairro Tarumã Açú. A própria mãe, uma adolescente de 15, ao acordar percebeu que a criança estava toda roxa, sem respirar e acionou a polícia.

“Eu acordei para dar a medicação dela e percebi que ela não estava respirando e estava toda roxa. Fiquei desesperada, chamei os vizinhos e eles acionaram a polícia”, disse a adolescente. Familiares da adolescente que preferiram não se identificar, informaram à polícia, que a criança é fruto de um estupro supostamente cometido pelo próprio pai da adolescente.

“Ela foi estuprada pelo próprio pai durante muito tempo e quando ela estava com sete meses de gravidez ele a estuprou novamente, causando um sangramento e o nascimento prematuro da criança”, declarou um familiar.

Policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) foram acionados e devem investigar o caso. O corpo da criança foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) na Cidade Nova.