Cabucada se reúne para debater produção de alimentos

//Cabucada se reúne para debater produção de alimentos

Enquanto o Brasil se descabela para cortar a peruca de Dona Dilma, o Amazonas sacode a poeira do traseiro e vai à luta. A ordem é de equacionar o chamado gargalo da Bóia. O vexame de importar do Ceará o cheiro verde pra caldeirada de Bodó, e goma do Paraná para fazer o cheese-caboquinho, a tapioca da sensação.  Nada contra a postura arretada do povo arigó, muito pelo contrário. E a boa notícia deste momento turvo, politicamente aloprado e economicamente estarrecedor, é a disposição de todo mundo para promover debates e soluções na perspectiva produtiva desatar este nó  do  constrangimento. O calendário deste ano difícil  já está em seu crepúsculo, apesar disso, por aqui  clareia o alvorecer  de promissoras manifestações, como se a paralisia política virasse motor de estripulia criativas na identificação obstinada de saídas que escancaram janelas de oportunidades. CIEAM, AFEAM, FIEAM e FAEA se reúnem nesta sexta-feira para debater produção de alimentos.

2015-12-11T01:00:33+00:00dezembro 11, 2015|Manchete|Comentários desativados em Cabucada se reúne para debater produção de alimentos