Um casal de advogados foi preso nesta terça-feira em um apartamento de luxo na Ponta Negra, acusado de furtar energia. De acordo com a Amazonas Energia, foi o terceiro furto flagrado em 15 dias. “Nesta momento encontra-se preso no 22 DIP (DECFS), localizado na rua Brasil, 1-49, Nsa. Sra. das Graças, um casal que furtava energia em condomínio fechado de luxo na Ponta Negra. Na tarde desta terça-feira dia (10), a Delegacia Especializada de Combate Furtos de Serviços (DECFS) em uma operação conjunta com a Amazonas Energia flagrou ligação sem medição diretamente a rede elétrica da distribuidora, em um apartamento em condomínio de luxo no bairro Ponta Negra”, afirma a empresa.

O apartamento é do edifício Riviera, onde um imóvel não sai por menos de R$ 1 milhão. “O casal foi preso em flagrante pela irregularidade, pelo delegado Dr. Paulo Benelli, onde se encontram na delegacia até o momento prestando esclarecimentos. A unidade consumidora já havia se religado diretamente a rede da distribuidora sem passar pela medição, por três vezes nas últimas duas semanas”, continua a nota da empresa, que publicou as fotos do contador de luz em suas redes sociais.

Agora o casal responderá pelo crime. Não foi informado se eles ficarão presos, mas os dois estão fichados e devidamente notificados pela Amazonas Energia, pela polícia e agora ficarão nas mãos da Justiça.