A atriz Christiane Torloni e a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) realizam a circulação social do longa “Amazônia: o Despertar da Florestania”, filme temático que fala sobre relação entre cidadania e florestas. Nos dias 29 e 30 de março, as sessões ocorrerão em comunidades do Rio Negro, e nos dias 01 e 02 de abril, em Manaus.

Dirigido por Christiane Torloni e Miguel Przewodowski, o filme apresenta uma análise aprofundada sobre a relação entre a cidadania e a florestania no Brasil, ou seja, a relação entre o povo brasileiro e a Floresta Amazônica, por meio de uma revisão histórica de como a população nacional lidou e lida com o ecossistema conhecido como “Pulmão do Mundo”.

O filme inclui relatos de diversas expedições científicas e antropológicas realizadas no local bem como entrevistas com especialistas de diversas áreas, além de ouvir comunitários de diversas regiões do bioma sobre experiências com a região O filme será exibido primeiramente no interior, envolvendo comunitários que participaram do longa. Na comunidade do Tumbira, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Negro, o longa será apresentado na sexta-feira (29), das 18h30 às 22h, incluindo um momento de interação com o público.

No sábado (30), o longa será exibido na comunidade indígena Três Unidos, na Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Negro, às 18h30. A exibição é gratuita e aberta a comunidade.Manaus contará com duas exibições gratuitas ao público. A primeira será dia 1º de abril, no Auditório Lidia Parisotto, sede da FAS, Rua Álvaro Braga, 351, Parque 10 de Novembro. O evento será às 18h30, e com inscrições limitadas no site www.fas-amazonas.org.