Expulso na derrota de 1 a 0 para o Peñarol, na noite desta quarta-feira, o atacante Gabigol afirmou que vê exagero em sua expulsão. Para o camisa 9, que recebeu o vermelho aos 29 minutos do segundo tempo, com o placar ainda zerado, um cartão amarelo estava de bom tamanho para sua falta.

– Eu fui forte obviamente, mas senti só tocando a bola e não no adversário. Não sei se ele foi um pouco rígido demais, acho que o cartão amarelo estava de bom tamanho – comentou Gabriel.

Além da expulsão, o atacante criticou a arbitragem como um todo. Ele destacou que o juiz argentino Patricio Loustau deixou o jogo correr muito e não marcou faltas que mereciam ser marcadas, além de sinalizar algumas que não mereciam.

– Eles fizeram uma cera absurda, é difícil a gente não falar nada no campo. Na minha opinião, ele deixou o jogo parar muito. Enquanto ele falava algumas coisas, o goleiro deles ficava com a bola na mão, só depois arrumava a bola. Várias faltas que não aconteceram ele dava, umas que aconteceram ele não dava – criticou.

Agora, o Flamengo se concentra para a semifinal do Campeonato Carioca, contra o Fluminense, às 19h do próximo sábado, no mesmo Maracanã. O Rubro-Negro avança à decisão contra Vasco ou Bangu até com empate diante do rival.