Uma vida equilibrada financeiramente, sem o risco de endividamento e do consumo desenfreado. Essa é a nova concepção de organização financeira que os alunos do curso “Planejamento e Controle de Finanças”, da Prefeitura de Manaus, passaram a ter depois de concluída a atividade na sexta-feira, 17, após 20 horas de aulas intensivas, incluindo teoria e prática. “Esse é o tipo de ensinamento que as pessoas deveriam repassar aos filhos, como os índios fazem em relação às suas tradições”, resumiu o aposentado César Assis, 54.

O segurado foi um dos participantes da atividade, promovida por meio da Manaus Previdência, em uma parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). “Foi o primeiro curso relacionado à atenção às finanças. Consideramos o feedback positivo da turma, quando percebemos a adesão, os relatos evidenciando a abordagem facilitadora do professor e, principalmente, o interesse pela continuação dessa modalidade com a divulgação aos parentes e amigos”, ressaltou a assistente social Deborah Aubert, do setor de Psicossocial da Manaus Previdência, incumbida de acompanhar a atividade.

 

Aprendendo junto

Quando viu a fundamentação do curso de Planejamento e Controle de Finanças, o aposentado César Assis não pensou duas vezes: na aula seguinte à inaugural, trouxe a esposa e o filho, de 27 anos, para se integrarem à turma. “Fiz para que todos sintam a importância dessa atitude financeira no cotidiano”, esclareceu.

Para ele, o professor está certo quando defende de que informações como essa deveriam fazer parte da educação básica de cada cidadão. “Enquanto isso não acontece, os adultos devem repassar esses conceitos às crianças, tal qual fazem os índios em relação à sua cultura”, exemplifica.

Em sua fala de agradecimento pela oportunidade de estar na atividade, Assis sugeriu que vagas extras fossem criadas nos cursos, além das que são ofertadas. “Assim, as desistências que geralmente acontecem não afetariam o volume da turma, e daríamos oportunidade àqueles que estão em lista de espera”, justificou.