E QUEM SERÁ POR NÓS…

/E QUEM SERÁ POR NÓS…
E QUEM SERÁ POR NÓS…2018-04-16T11:32:15+00:00

 Que o sangue do senhor tenha misericórdia da sua  vida que pode valer um celular que você parcelou em 10 vezes na TV LAR, que ele te livre e guarde  quando estiver sozinho na parada ou dentro do 600, 640, 542, 014, essas linhas que frequentemente são assaltadas lá pelo rumo da ZL ou, o 220, 114,  113, que vem para o outro extremo da cidade, na Zona Oeste.  Como diz o Poema “E agora, José?” de Carlos Drummond de Andrade.

Só Jesus na causa

O primeiro  trimestre deste ano foram registradas 775 ocorrências de assaltos em ônibus do transporte coletivo em Manaus. No mesmo período de 2017, foram 3.616 registros, segundo informações repassadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). Segundo a secretaria, 244 suspeitos foram presos nos meses de janeiro, fevereiro e março deste ano. Em todo ano de 2017 foram registradas 1.785 prisões. Na última semana, passageiros de uma linha de ônibus que circula na Zona Leste foram assaltados duas vezes em questão de minutos. Segundo informações da polícia, os passageiros desceram do primeiro veículo assaltado para pegar o próximo da mesma linha e foram roubados pelos mesmos assaltantes.

 

Aplicativo que ajuda

Para tentar coibir crimes como o ocorrido na linha 418, foi lançado o aplicativo ‘Aviso Polícia’ para acionamento emergencial em casos de assaltos a ônibus. Em ocorrências dentro de coletivos ou rotas, a população poderá informar a polícia, imediatamente, por meio do aplicativo em um smartphone, com o rastreamento imediato do aparelho. O aplicativo contribui com o atendimento do 190 e estará em funcionamento em todas as zonas geográficas de Manaus. Por meio do aplicativo, controladores do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) monitorarão, em tempo real, as ocorrências. Após baixar o aplicativo, é necessário que o usuário faça um cadastro prévio, informando o nome, telefone, e-mail e endereço. Após o cadastro, o usuário poderá acionar a polícia em caso de ocorrências policiais.

Ninguém Merece!!!

  • Agricultores do interior do estado realizaram uma manifestação na manhã desta segunda-feira (16) em frente à sede do Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam), em Manaus. Eles montaram um acampamento no local e reivindicam a suspensão de uma liminar que autorizou a reintegração de posse em comunidades rurais dos municípios de Manacapuru e Novo Airão em janeiro deste ano.
  • Os manifestantes afirmam que as terras são do estado e que mais de 1,5 mil pessoas estão desabrigadas. Segundo a representante da Comissão Pastoral da Terra (CPT), Maria Clara Ferreira Mota, a reintegração de posse ocorreu em favor de uma empresa privada, entre os dias 9 e 16 de janeiro deste ano.