Foram confirmadas dez mortes na tragédia de Suzano e mais 11 feridos, dois em estado grave. Agora as famílias passam pelo tormento de reconhecer corpos e preparar o velório coletivo.

Os parentes das vítimas estão sendo recebidos por equipes de atendimento psicológico. Só então será permitido fazer o reconhecimento. Para aqueles que desejarem atendimento médico, há ambulâncias disponíveis em frente ao IML.

“As famílias serão liberadas para reconhecer os corpos aos poucos. Antes disso, os legistas farão exames mais detalhados para atestar com certeza as identidades. Neste momento estamos priorizando o acolhimento a essas famílas”, explicou Passarelli.

Francine D’angelo, prima de uma das vítimas, disse que a família foi chamada ao IML depois de procurar o dia todo pelo estudante Caio Lucas Limeira, de 14 anos, que não aparecia em nenhuma lista. “O nome havia sido trocado, aparecia Paulo”, disse Francine.

CONFIRA A LISTA

Mortos

1. Caio Oliveira, 15 anos, estudante.
2. Claiton Antonio Ribeiro, 17 anos, estudante.
3. Douglas Murilo Celestino, 16 anos, estudante
4. Kaio Lucas da Costa Limeira, 15 anos, estudante.
5. Samuel Melquiades Silva Oliveira, 16 anos, estudante.
6. Eliana Regina de Oliveira Xavier, 38 anos, funcionária da escola.
7. Marilena Ferreira Vieira Umezo, 59 anos, coordenadora pedagógica.
8. Guilherme Taucci Monteiro – 17 anos
9. Luiz Henrique de Castro – 25 anos
10. Jorge Antonio de Moraes, 51 anos, dono da locadora e tio de um dos atiradores

Feridos

1. Adna Isabella Bezerra de Paula, 16 anos
2. Anderson Carrilho de Brito, 15 anos
3. Beatriz Gonçalves Fernandes, 15 anos
4. Guilherme Ramos do Amaral, 14 anos
5. Jenifer da Silva Cavalcante
6. José Vitor Ramos Lemos
7. Leonardo Martinez Santos
8. Leonardo Vinícius Santa Rosa, 20 anos
9. Letícia de Melo Nunes
10. Murillo Gomes Louro Benites, 15 anos
11. Samuel Silva Félix