Um posto localizado na rua Valério Botelho de Andrade, no bairro São Francisco, zona centro-sul de Manaus, disponibilizou 4 mil litros de gasolina para serem vendidos pelo preço de R$ 2,68 por litro. Cada motorista pode comprar até 10 litros.

A iniciativa é um protesto organizado pelo grupo “Mais Amazonas, Menos Impostos” contra os impostos cobrados sobre os combustíveis, como o ICMS, Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, que corresponde a cerca de 25% do valor da gasolina.

A questão dos impostos sobre os combustíveis ganhou a atenção da mídia após o presidente Jair Bolsonaro afirmar que iria zerar os tributos federais caso os governos estaduais eliminassem as cobranças dos combustíveis. O ICMS corresponde a cerca de 20% da arrecadação dos estados, que é redistribuído para a educação, segurança e saúde.