Em uma situação inédita na história de 30 anos do Domingão do Faustão, o apresentador precisou ler a nota de repúdio do Flamengo contra as críticas feitas pelo apresentador na semana anterior, quando Fausto Silva disse que o Flamengo não trata com humanidade as famílias das vítimas do incêndio do Ninho do Urubu. “Quando você faz uma crítica, você tem que também ter como risco que a pessoa criticada ou no caso as pessoas criticadas podem não aceitar e querer um direito de resposta. Por isso, os dirigentes do Flamengo que foram criticados se sentiram desrespeitados e, através de advogados, exigiram o direito de resposta. Sob determinação da direção da Rede Globo de Televisão, eis a resposta dos dirigentes, não da instituição”, disse Faustão, antes de ser obrigado a ler a nota.

Depois da humilhação e da repercussão negativa do fato, Faustão foi proibido pela Globo de falar sobre o Flamengo. Só Galvão Bueno está autorizado a falar sobre o caso. Lembrando que Globo e Flamengo brigam pelo pagamento dos direitos de transmissão dos jogos do clube no Campeonato Brasileiro e no Carioca.