A jornalista Fabíola Gadelha, que durante um tempo foi a pupila do falecido jornalista Marcelo Rezende, está voltando a Manaus. Após a Record decidir andar com as próprias pernas no Amazonas, ficou a cargo da ex-funcionária da TV A Crítica atrair os anúncios para a Igreja e acabar com a divisão do bolo entre a filiada e a matriz.

Sem identificação com o Amazonas, a emissora do bispo vai usar a estrela da Rabo de Arraia para falar das mazelas da população amazonense. A versão local do Cidade Alerta promete sugar o máximo das catástrofes e do sofrimento dos pobres amazonenses, bem ao gosto da programação da emissora paulista, que usa e abusa das lágrimas alheias com Luiz Bacci em São Paulo para enrabar a Globo nas tardes de segunda à sábado. Vão tirando o da reta.