A dança de cadeiras do jornalismo da Globo parece não ter fim. Agora foi a vez da jornalista esportiva Cristiane Dias deixar o canal.Em um ano, a Globo perdeu mais de doze de seus maiores nomes do jornalismo, que não tiveram  contratos renovados.Tratam-se quase sempre de funcionários renomados, experientes, com muitos anos de caso e muitas vezes com salários mais altos.Os ‘substitutos’ são mais jovens e ganham muitas vezes menos da metade do salário desses que estão saindo. Carla Vilhena abriu o ano de 2018 se despedindo do canal após mais de 30 anos na casa. Cristina Serra também deixou a emissora no início do ano passado.

Em abril, foi a vez do querido Tônico Ferreira deixar o canal. Na sequência foi a vez de o jornalista esportivo Abel Neto não renovar o seu contrato com a emissora.Denise Barbosa deixou a GloboNews após mais de 20 anos de casa. O repórter Andrei Kampff não teve o seu contrato renovado depois de 25 anos atuando na Globo.

Neste ano foi a vez de Fernando Rocha e Mariana Ferrão, do ‘Bem Estar’, deixaram o programa e não renovarem o contrato com o canal.Nesta quarta (27), Cristiane Dias teve a sua saída oficiliazada na rede. O contrato dela terminará em junho deste ano e não será renovado. A jornalista esportiva apresentava o “Globo Esporte “, programa exibido onde não há edição local, e o noticiário esportivo do “Bom dia Brasil”. Ela ingressou na emissora no ano de 2006.