Vandor Ney Gomes da Silva, 34, estava marcado para morrer, a vida dele teve fim na manhã de sexta-feira (28), depois do mesmo ser ameaçado de morte por rixa com vizinhos. A vítima catando ferros na rua João Avelino onde ele morava, na fronteira do bairro Zumbi dos Palmares e bairro Armando Mendes, na zona Leste de Manaus, quando foi assassinado.

Segundo a Polícia Civil, moradores disseram que ele era acostumado a rouba na área e que o mesmo já teria sofrido um atentado há dois meses, quando levou um tiro no pé. Vandor foi surpreendido com a chegada de três homens, um deles atirou contra Vandor, que ainda tentou correr, mas caiu no quintal da casa dele e morreu.

De acordo com o Departamento de Polícia Técnico Científica (DPTC), a vítima foi atingida com dois tiros na cabeça e morreu na hora. Ainda conforme as informações da Polícia Civil, a vítima era usuário de drogas e deixa três filhos. O corpo dele foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML), e o caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).