Uma câmera do circuito interno da Catedral de Campinas mostra a ação do atirador que matou ao menos quatro pessoas e feriu outras três. Antes de se matar a polícia tentou detê-lo, mas não foi possível evitar a tragédia logo após a Missa.

Ainda não se sabe o motivo do atentado. O atirador ainda chegou a ser atingido pela polícia, mas se matou antes de ser dominado.