INTERDITADOS SEIS ESTABELECIMENTOS NO CENTRO, APÓS OPERAÇÃO SILÊNCIO

//INTERDITADOS SEIS ESTABELECIMENTOS NO CENTRO, APÓS OPERAÇÃO SILÊNCIO

INTERDITADOS SEIS ESTABELECIMENTOS NO CENTRO, APÓS OPERAÇÃO SILÊNCIO

Uma operação-surpresa foi realizada nas ruas do Centro de Manaus, para fiscalizar abusos no uso de aparelhagem sonora nos estabelecimentos localizados na área. No total, seis estabelecimentos foram autuados durante a blitz-surpresa, que faz parte da segunda fase da Operação Centro Silêncio, da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

Novas blitze ‘surpresas’ deverão ocorrer ao longo do mês de dezembro e em casos de constatação de abusos no uso de som, quem tiver equipamentos ligados e expostos na frente dos estabelecimentos terá os mesmos apreendidos e será autuado. A multa pode chegar a 250 Unidades Fiscais do Município (UFMs), o equivalente a R$ 25 mil.

O Código Ambiental do Município (Lei 605/2001), no artigo 113, estabelece a proibição de uso ou funcionamento de qualquer instrumento ou equipamento móvel ou fixo, que produza, reproduza ou amplifique o som no período diurno ou noturno, de modo que crie ruído.

2018-12-06T10:56:54+00:00dezembro 6, 2018|Cidade|