Chamado de arrogante durante a semana por ter debochado do Fluminense, Jorge Jesus levantou a taça de Super Campeão do Brasil neste domingo, ao vencer o Atlético Paranaense e disse que não pode ir contra os números. “”Eu constatei fatos. São fatos. Disse que nosso rival estava mais forte do que no ano anterior e que queria a taça. E que nós estávamos em outro patamar e tínhamos outros objetivos. O Fluminense vai disputar o Brasileiro? Libertadores? Mundial? Então estamos em outro patamar de disputar. Isso é arrogância?”, indagou Jorge Jesus.

Com ou sem arrogância está bem claro que o Flamengo entra em 2020 com um elenco mais forte do que em 2019. E cheio de vontade. “”Nós queremos melhorar sempre. Vamos em busca de alternativas. Que seja mais criativa, do ponto de vista técnico e tático. Os três jogos que fizemos foram com essa ideia. Acrescentamos coisas que não tínhamos. Nossa intenção é essa”.