MAIOR FULERAGEM, CONCURSO DA SEDUC 2018

//MAIOR FULERAGEM, CONCURSO DA SEDUC 2018

Nova data da prova  

As provas serão reaplicadas no próximo domingo, dia 22. A data foi decidida, no final da manhã desta segunda-feira (9), pela Coordenação do Certame. O Instituto Acesso de Ensino, Pesquisa, Avaliação, Seleção e Emprego (Instituto Acesso), empresa responsável pela realização do concurso, divulgará, nos próximos dias, os locais e horários para a realização do certame por meio de seu site.

Estudar para ser leso, lamentam professores!

As provas do concurso da Secretaria de  Estado da Educação (Seduc) para o cargo específico de Professor de Ensino Regular – Ciclo, 20 horas – Manaus serão reaplicadas. A decisão foi tomada pelo secretário da pasta, Lourenço Braga, e afeta sete mil candidatos, segundo estimativas do órgão.   A decisão foi tomada após o Instituto Acesso de Ensino, Pesquisa, Avaliação, Seleção e Emprego (Instituto Acesso), contratado pela Seduc para realizar o certame, constatar uma falha humana no manuseio de um dos malotes distribuídos em uma sala, entre as 7 mil utilizadas no Estado, no Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Elisa Bessa ara o referido cargo. As provas para o cargo ocorreram na tarde deste domingo.

Instituto Acesso deu show de incompetência 

A decisão, segundo a Seduc, ocorreu no  intuito de manter a lisura e transparência do Concurso Público. De acordo com Lourenço Braga, a decisão não atinge os demais cargos do certame.  Em nota,a Seduc afirmou que ” lamenta os transtornos e efeitos decorrentes da referida falha, reiterando o compromisso com a ampla transparência e lisura do concurso público”.  Na manhã de ontem, o secretário já havia pedido desculpas por conta das provas de milhares de candidatos terem sido realizadas em locais distantes de suas casas, prejudicando o deslocamento. Muitos  candidatos alegaram que essa distância acabou fazendo com que  eles perdessem a prova.

 

Putos, foram à delegacia!

As denúncias relatadas pelos candidatos sobre supostas irregularidades no concurso público da Secretaria de Estado da Educação e Qualidade de Ensino (Seduc) serão investigadas pela Polícia Civil, confirmou o delegado-geral Mariolino Brito. As audiências com os denunciantes e representantes da instiuição organizadora do certame devem iniciar nesta segunda-feira, dia 9, informou a assessoria de comunicação da PC.   O passo inicial para a investigação serão os boletins de ocorrência feitos pelos candidatos que se sentiram prejudicados e que foram registrados no 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP da Zona Leste), 19º (que abrange a Estrada da Ponta Negra, na Zona Oeste) e na delegacia interativa comunitária. As reclamações se baseiam no atraso do caderno de provas e em problemas logísticos.  “A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado-geral, Mariolino Brito, informa que iniciou os trâmites legais para apurar as denúncias relativas as provas do Concurso Público da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), realizado na manhã de domingo (8/7), a partir dos registros de Boletins de Ocorrência (BOs) feitos nos Distritos Integrados de Polícia e via Delegacia Interativa. Todos os envolvidos, entre candidatos e

2018-07-10T15:06:12+00:00julho 9, 2018|Manchete|0 Comentários