Reunindo toda a alegria e as delícias das tradições dos festejos amazônicos, o 63° Festival Folclórico do Amazonas levou, aproximadamente, 11 mil pessoas ao Anfiteatro da Ponta Negra, zona Oeste de Manaus, nos primeiros quatro dias de apresentação dos grupos da Categoria Bronze.

Ao todo, 18 grupos se apresentaram pela Categoria Bronze que encerrou na noite desta segunda-feira, 12/8. A partir desta terça-feira, 13/8, outros 48 grupos assumem a disputa, dessa vez, pela Categoria Prata.

Enquanto as apresentações aconteciam, o casal Leandro Costa e Ana da Silva aproveitaram para conhecer os demais atrativos do festival, como a feira gastronômica e as barraquinhas de brincadeiras tipicamente juninas, como pescaria e tiro ao alvo.

“É uma iniciativa muito boa para apoiar quem gosta de dançar quadrilha, mas também proporcionar um espaço organizado, seguro e tranquilo para o público que gosta de assistir as apresentações. Aqui tem um pouco de tudo, comidas típicas, barraquinhas. É muito bom para trazer a família para passear, brincar, vale muito a pena!”, disse Leandro.

 

Gastronomia

A feira gastronômica da 63ª edição do festival é comandada, pelo segundo ano consecutivo, pela Rota dos Chefs, que disponibiliza ao público, 30 barracas com as mais variadas comidas e petiscos, como bobó de camarão, carne de sol, tacacá, farofa de camarão, milho cozido, pamonha, cachorro quente, batata frita, sanduíches, pizza, entre outros pratos.

As barracas estão localizadas próximas à arquibancada do anfiteatro e funcionam durante todo o evento, iniciando a venda de produtos às 17h, com preços a partir de R$ 5.

 

 

*Com informações da assessoria de imprensa