Morreu na madrugada desta quarta-feira (11) o engenheiro mecânico, diretor adjunto e coordenador da Coordenadoria de Política Econômica e Desenvolvimento Industrial (CPDI) da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Raimundo Lopes Filho. Especialista em assuntos tributários, Lopes também era matemático, professor universitário e consultor de várias empresas do Polo Industrial de Manaus.

Nascido em Manaus no dia 25 de setembro de 1944, Raimundo Lopes iria completar 75 anos em duas semanas. Era casado com Mari Lopes desde 10 de janeiro de 1973, com quem teve três filhos, Juliana, Mariana e Luiz Marcelo.

Formou-se em engenharia mecânica e matemática pela Universidade Federal do Paraná (UFP), na turma de 1970. Foi aluno do então prestigioso Colégio Estadual do Amazonas, no auge dessa instituição do ensino secundário de Manaus, onde se formou na turma de 1963.

Como empresário, Raimundo Lopes era sócio-diretor da Projec -Projetos e Consultoria Ltda. Na FIEAM, o diretor adjunto da instituição respondia há vários anos pela Coordenadoria de Política Econômica e Desenvolvimento Industrial (CPDI). O enterro do empresário será realizado amanhã (12) no Cemitério Parque de Manaus.