A Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN/AM), recebeu nesta terça-feira (11), o embaixador do Nepal no Brasil, Tara Prasad Pokharel. A visitasia na sede da entidade tratou sobre a possibilidade de intercâmbio nas áreas de gestão industrial e tecnologia.

O vice-presidente da FIEAM, Nelson Azevedo, aproveitou a oportunidade para falar da importância do Polo Industrial de Manaus (PIM), essencial para a economia do Amazonas. “Temos uma área de incentivos para a indústria e o comércio, criada para desenvolver esta região distante dos grandes centros do país”, disse.

A relação bilateral entre as duas regiões ainda é relativamente pequena. O Brasil é responsável por 0,1% das exportações do Nepal e representa 0,6% das importações dos asiáticos. O saldo comercial é amplamente favorável ao país sul-americano, que exporta, em média, US$ 1,14 milhão e importa aproximadamente US$ 41,67 mil anualmente.

Pokharel explica que Nepal criou um ambiente apropriado para investimento, no qual adotou políticas econômicas liberais e ofereceu vários incentivos e privilégios, tais como isenção temporária de impostos para investidores, incluindo investidores estrangeiros.

“Zonas Especiais Econômicas (SEZs) foram criadas em diversas partes do país, onde os investidores possam ter vantagens devido aos regulamentos mais soltos e serviços acelerados dos mecanismos do governo. Esperamos estreitar a relação com o Amazonas o mais rápido possível”, afirma Pokharel.