OS MELHORES DO AMAZONAS NA OBMEP

//OS MELHORES DO AMAZONAS NA OBMEP

OS MELHORES DO AMAZONAS NA OBMEP

 Os alunos Gabriel Xavier de Camargo, 12, do 7º ano da Escola SESI Padre Francisco Luppino, de Parintins, e Andrey Kalel Souza Soares, 13, do 8º ano da Escola SESI Dra. Emina Barbosa Mustafa, em Manaus, conquistaram menção honrosa e estão entre os cinco melhores alunos de escolas privadas do Amazonas na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP).

Os dois alunos aprovados das Escolas SESI terão a oportunidade de estudar matemática por um ano com bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no Programa de Iniciação Científica Júnior (PIC), que tem como objetivo despertar nos alunos o gosto pela matemática e pela ciência e motivá-los nas carreiras científicas e tecnológicas.

Andrey Soares, também menção honrosa, conquistou a classificação no nível 2, para aluno do 8º e 9º anos. E Gabriel Camargo ficou entre os cinco premiados entre as escolas privadas participantes no nível 1, dos estudantes do 6º e 7º ano, pelo desempenho nas duas fases da olimpíada.

 SESI Parintins

A Escola SESI Parintins teve a participação de 68 alunos ao todo, envolvendo fundamental 1 e 2. Para o professor Narciso Nunes, a metodologia desenvolvida em sala de aula diariamente facilitou o desempenho dos alunos na competição de matemática, além de despertar o interesse em participar das próximas edições.

“Eu acredito muito que hoje a matemática está bem desenvolvida e tem que acompanhar a realidade do aluno, sendo significativa para ele. A melhor maneira de fazer isso é a visão do professor ser voltar diretamente para o aluno, relacionar todo e qualquer conteúdo para a vida dele”, explicou Nunes, que acredita que a relação professor-aluno é o melhor método para transmitir determinado conhecimento.

 Provas em todo Brasil

Na primeira fase da OBMEP, todos os alunos inscritos e matriculados da escola fazem prova de múltipla escolha que envolve raciocínio lógico, álgebra e geometria. As provas foram realizadas em todo o Brasil em 5 de junho (1ª fase) e 15 de setembro (2ª fase). Para a segunda fase, somente um quantitativo pré-determinado de alunos realiza a prova, dentro dos critérios de distribuição de vagas estipulados para a escola pela OBMEP.

“Estamos muitos felizes com o desempenho dos nossos alunos na OBMEP e termos um premiado entre os cinco melhores do estado é uma realização para a escola. Trabalhamos com todos os alunos em simulados internos e participações nas competições de matemática, em nível municipal e estadual, mas pela primeira vez nos destacamos em nível nacional”, disse a gerente do Centro Integrado de Educação Padre Francisco Luppino, Socorro Carvalho.

 

Com in formações da assessoria de imprensa

2018-12-05T14:25:10+00:00dezembro 5, 2018|Central MSKTV|