O padre Denismar Rodrigo André, de 42 anos, da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Marília, São Paulo, foi preso na manhã desta quarta-feira (10), durante a operação Querubim, deflagrada pelo Deinter-4, e que buscava envolvidos em crime de pedofilia.

De acordo com a Polícia Civil de São Paulo, o padre foi detido na casa da família em Tupã e no local encontrou, brinquedos, bonecas e ursos de pelúcia. Os policiais também aprenderam um HD externo, pen drive, notebook, celular e computador, que estavam com material de exploração sexual. O padre admitiu que armazenava as imagens com conteúdo pornográfico infantil.

A Diocese de Marília emitiu nota oficial sobre o caso e disse: “está consternada com o ocorrido e informa que está à disposição da polícia para ajudar nas investigações”. Ressaltou que não compactua com comportamentos que ferem o ministério sacerdotal e a dignidade humana, e espera o esclarecimento dos fatos. Por isso, o padre Denismar já foi afastado de suas atividades clericais até que o inquérito policial seja concluído.