“Minha família não tem viado.” Foi essa a alegação de um pai que agrediu o filho de 3 anos que brincava com um batom na noite dessa segunda-feira em Uberaba, na Região do Triângulo Mineiro. A mãe e a irmã mais velha foram ameaçadas ao denunciar o ataque.

De acordo com o boletim de ocorrência, os pais do menino estão separados. A vítima e a irmã de 13 anos – filha de outro relacionamento –foram passar o fim de de semana na casa do agressor, que tem 29 anos. Foi então que a criança começou a brincar com um batom e sujou o rosto. Quando o pai se deparou com a cena, deu chineladas nas costas da criança.

A jovem avisou à mãe que o irmão foi agredido. “Olha o que o pai dele fez”, escreveu ao enviar uma foto do menino machucado. Ao ir buscar a criança, a mãe disse que chamaria polícia. Mas, depois, ele a ameaçou.

O pai da criança foi localizado em sua casa e preso pela Polícia Militar (PM). Aos militares, ele disse que “não gostou de ver a criança brincando com batom”, mas não tinha intenção de machuca-lo. O homem disse que tinha ingerido bebida alcoólica.
O menino foi levado até o Hospital da Criança.