O secretário-geral da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Ángel Gurría, informou que a pandemia do novo coronavírus é uma “ameaça sem precedentes para economia mundial”.

Gurría compartilhou a informação com o ministro da Economia brasileiro, Paulo Guedes, em uma carta. No documento Gurría sugere a implementação de gastos públicos para as empresas afetadas e apoio bancos para facilitar prazos de pagamento para empresas e famílias.

A OCDE é uma organização que reúne as maiores economias mundiais, como Estados Unidos, França, Alemanha, Japão, Canadá e Reino Unido.