PARTIU SEGUNDO TURNO!

//PARTIU SEGUNDO TURNO!

PARTIU SEGUNDO TURNO!

Wilson Lima(PSC) e Amazonino (PDT) vão disputar o segundo turno para o governo do Amazonas no dia 28 de outubro. Com 99,94% das urnas apuradas, o candidato do PSC teve 33,75%, enquanto o do PDT, 32,72%. David Almeida ficou em terceiro lugar na disputa deste domingo (7), com 23,60% dos votos.

 

É só correr para o abraço

 Confira os nomes dos 24 deputados estaduais eleitos no último domingo (7): Delegado Péricles (PSL); Ricardo Nicolau (PSD); Belarmino Lins (PP); Augusto Ferraz (DEM); Wilker Barreto (PHS); Saulo Vianna (PPS); Cabo Maciel (PR); Josué Neto (PSD); Joana D’Arc (PR); João Luiz (PRB); Serafim Corrêa (PSB); Alessandra Campelo (MDB); Professor Sinésio (PT); Adjuto Afonso (PDT); Dr. Gomes (PRP); Prof. Therezinha Ruiz (PSDB); Felipe Souza (PHS); Carlinhos Bessa (PV); Álvaro Campelo (PP) e Tiago Falcão (PODE).

 

Deputados federais

Entre os deputados federais, dois alcançaram a reeleição: Átila Lins (Solidariedade) e Silas Câmara (PRB). Foram eleitos ainda para o Congresso Nacional José Ricardo (PT), Delegado Pablo (PSL), Capitão Alberto Neto (PRB), Marcelo Ramos (PR), Sidney Leite (PSD) e Bosco Saraiva (PDT).

No Senado, o senador Eduardo Braga (MDB) foi reeleito pelos eleitores. Plínio Valério (PSDB) ocupou a segunda vaga de senador alcançando mais votos que Braga no Amazonas.

Eleitos pelos próximos quatro anos

Eduardo Braga (MDB) e Plínio Valério (PSDB) foram eleitos senadores pelo Amazonas o para os próximos oito anos. Com 99,94% dos votos apurados, Valério tinha 834.535, ou 25,36% dos votos válidos. Braga tinha 606.675 votos, ou 18,44% dos votos válidos.

 O candidato Luiz Castro (REDE) ficou em terceiro lugar, com 577.452 dos votos válidos, seguido de Alfredo Nascimento (PR), com 550.963 votos. Natural do Pará, Eduardo Braga é formado em engenharia. Já foi deputado federal e assumiu o Governo do Amazonas de 2003 até 2010. Desde então, cumpre mandato no Senado Federal.

Em 2014, se candidatou ao governo, mas foi derrotado por José Melo, cassado por compra de votos dois anos depois. Uma eleição suplementar para mandato tampão foi realizada, em 2017, onde Braga foi derrotado, desta vez por Amazonino Mendes.

2018-10-09T09:07:17+00:00outubro 8, 2018|Manchete|