O pouso de emergência realizado por uma avião da MAP que iria para Carauari neste sábado, no aeroporto Eduardo Gomes, quando a aeronave relatou pane elétrica e teve de pousar às pressas  seria o terceiro  consecutivo com um aparelho da empresa. Internautas estão reclamando na página oficial da MAP sobre constantes problemas nos aviões e risco para a segurança das viagens.

Eles relatam que no dia 14 um avião que vinha de Parintins também teve pane elétrica e o ar condicionado desligou e que na segunda-feira passada, outra viagem para Carauari, segunda-feira, também apresentou problemas . ” Voo de Manaus para Parintins, dia 14, a aeronave teve problema no ar condicionado e nós passageiros quase morremos sufocados com tanta fumaça dentro”, relata o cliente no Face da empresa.

O vôo para Carauari, que fez o pouso neste sábado, havia acabado de decolar, quando o piloto relatou a pane e solicitou a volta. A empresa garante que segue todas as normas de segurança e que zela pela vida dos passageiros. “Menção honrosa apenas para os pilotos que pelas mãos de Deus conseguiram pousar sem que nada grave tenha acontecido com os passageiros. Quanto a MAP só temos duras e verdadeiras críticas. Somente essa semana 03 Panes em aeronaves da empresa. Somente para Carauari essa semana já são 02 (segunda-feira e Hoje), e tivemos a notícia de que ontem ocorreu problemas no voo para Parintins. São sucessivos problemas e nada é feito para regularizar a situação. A #ANAC deve investigar isso com urgência para evitar uma tragédia”, relata outro internauta.

“Parabéns aos pilotos pelo seu trabalho de aterrissagem, mas infelizmente já se era de esperar o acontecido pois a Map já havia apresentando problemas há várias viagem que faz para o município de Carauari inclusive a mesma em sua última viagem passou a noite no município pois apresentou problemas e o piloto não quis levantar vôo, voltando para Manaus só no dia seguinte, agora acontece isso, acho tudo um descaso com os clientes que pagam tão caro pela passagem”, reclama outra seguidora da página da empresa.

Nem na página da empresa, nem de forma oficial, a MAP comentou as postagens dos passageiros. O espaço segue aberto caso a empresa deseje falar sobre o assunto.