Com oito casos suspeitos de sarampo ainda em investigação, a Prefeitura de Manaus realizou na última segunda-feira (11) , a apresentação de um plano para interrupção do surto da doença em Manaus, elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A apresentação aconteceu na sede da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), no bairro Colônia Santo Antônio (zona Norte) para dar continuidade ao Plano de Contingência para o Controle do Sarampo.

De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), enfermeira Marinélia Ferreira, a apresentação do plano concluiu as oficinas de trabalho iniciadas na última quinta-feira (7),  envolvendo profissionais da Semsa, da FVS e do Ministério da Saúde, para o alinhamento das ações do Plano de Interrupção dos Surtos de Sarampo no Brasil, o que inclui os estados de Roraima, Amazonas e Pará.

O plano para a interrupção do surto em Manaus, de acordo com Marinélia Ferreira, foi elaborado com o objetivo de reforçar as ações nas áreas de Vigilância Epidemiológica, Atenção Básica de Saúde, Imunização, Vigilância Laboratorial e de Comunicação.A vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, caxumba e rubéola, está disponível para a população de seis meses a 49 anos, em 183 salas de vacina da rede municipal. A lista com o endereço das Salas de Vacina pode ser acessada no site da Semsa (https://semsa.manaus.am.gov.br/).