O capitão e o cabo da Polícia Militar, Everton Zaranza Portilho e Samuel de Freitas Andrade, respectivamente, foram presos acusados de envolvimento em uma quadrilha que praticava extorsão, roubos de caminhões de carga, além de sequestros na rodovia AM-010, no município de Rio Preto da Eva, interior do Amazonas.

De acordo com a delegada Tamera Assad, que está respondendo interinamente pela 36ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), na tarde de segunda-feira (2/12), por volta das 14h, um homem de 29 anos acionou policiais militares informando que estava sendo vítima de extorsão, no quilometro 64 da Rodovia Estadual AM-10.

Os policiais militares se deslocaram até o local para constatar a veracidade da denúncia, chegando até o lugar indicado, constataram que os PMs no momento da abordagem tentavam extorquir a vítima, cobrando um valor de R$50 mil para poder passar com a mercadoria pela rodovia.

Em nota a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) informou que a Corporação que a Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD), esteve no município tomando as devidas providências, e os supostos envolvidos foram afastados das funções por determinação do Comandante Geral.

A PMAM enfatizou que não compactua com abusos e excesso que contrariem a lei e a ordem, com o dever de sempre servir, proteger e preservar os direitos individuais e coletivos visando o bem comum, que todos os elementos apresentados durante a investigação serão rigorosamente apurados na forma transparente que o caso requer.

0.