O investigador da Polícia Civil do Amazonas, Cássio Muniz Crespo da Silva, 47, escapou da morte na madrugada da última quinta-feira (10), em frente um bar da cidade de Manaus, no bairro Adrianópolis, na zona Centro-Sul, depois de um homem ter tomado a arma dele e atirado várias vezes contra o mesmo. Segundo colegas do policial um dos tiros atingiu a perna esquerda de um amigo de Cássio.

Testemunhas contaram que a confusão toda iniciou na hora de comprar bebidas, com uma pequena discussão. Logo em seguida, os dois envolvidos foram para o lado externo do bar e iniciaram agressões físicas. Cássio teria puxado a arma, que lhe foi tirada pelo desafeto e pelo menos oito tiros foram disparados contra o investigador, que tentava se esconder no carro dele.

Segundo a Polícia Civil, um dos disparos atingiu a perna esquerda de um amigo do policial que o acompanhava na noite e que na hora do tiroteio estava com ele no carro. Os seguranças do estabelecimento conseguiram desarmar o atirador e acionaram a Polícia Militar. O suspeito foi levado para o 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e indiciado por tentativa de homicídio.