A advogada Esther Pacheco, presa por furtar produtos de beleza na Comepi do Manauara, neste sábado à noite, disse em depoimento que não tem um motivo ou justificativa pelo ato. Ela pagou R$ 1000 de fiança e foi solta. Ela é assessora da Vara de Execuções Penais. “Não sei porque fiz isso. Não preciso”, relatou na delegacia.

Ela foi pega com 29 produtos dentro da bolsa, num total de R$ 300. Um vigilante que acompanha as câmeras de segurança da Comepi percebeu o furto, deteve Ester e chamou a polícia. A maioria dos produtos furtados por Ester eram máscaras faciais. A foto abaixo mostra os produtos encontrados na bola de Esther.