SALVE-SE QUEM PUDER

//SALVE-SE QUEM PUDER

SALVE-SE QUEM PUDER

Depois de quase 20 anos no Amazonas, o grupo PepsiCo assinou a demissão de 51 trabalhadores. O prefeito Arthur Neto chamou atenção para o futuro da Zona Franca e da Floresta Amazônica. “É hora da nossa bancada se juntar (…) para nós podermos defender aquele que é o único patrimônio e ganha pão do povo amazonense”, afirmou.

Zona Franca

A Zona Franca de Manaus tem uma importância mundial, na segurança nacional, no desenvolvimento econômico e é essencial para o equilíbrio do meio ambiente e para que não se avance sobre a Floresta Amazônica.

Efeito cascata

O deputado Serafim Corrêa (PSB) atribuiu o anúncio da saída da empresa Pepsi-Cola Industrial Ltda. do Polo Industrial de Manaus (PIM), a insegurança jurídica causada pelo decreto presidencial que reduziu a alíquota do Imposto Sobre Produto Industrializado (IPI), de 20 % para 4%.

 Ninguém Merece!!!

  • “O mundo não admite que se trate mal a Amazônia e quem protege a Amazônia é a Zona Franca de Manaus”, defende Arthur Neto.
  • “Deixo a minha solidariedade aos trabalhadores que perderam os seus empregos pela revoada da Pepsi-Cola”, diz Serafim Corrêa.
  • A Pepsi-Cola, pertencente ao grupo Pepsico, anunciou esta semana que irá sair do Polo Industrial de Manaus, depois de quase 20 anos de funcionamento na capital amazonense.
2018-12-05T15:18:27+00:00dezembro 5, 2018|Fala Sério|