Ainda é grande a comoção em Manaus pela morte covarde e sem o menor sentido de Deisiane Gonçalves Monteiro. A paraense de apenas 26 anos, natural de Alenquer, deixou a filha de seis anos na escola e caminhou de volta para casa certa de que horas mais tarde buscaria a pequena e levaria de volta para casa, em segurança. Mas deu de cara com dois bandidos. Arleson Silva e Lorena Souza, armados, abordaram a vítima, deram um tiro na cabeça dela e interromperam o caminho de mais uma mãe de família. A jovem chegou a Manaus há dois meses,em busca deu uma vida melhor. Agora voltará para a terra natal dentro de um caixão.

Nas redes sociais as pessoas expressam revolta, dor, pedem justiça, estão com medo. “Mano esse país é uma merda mesmo entra governante sai governante ninguém tem coragem de fazer algo para isso para de acontecer, aí um FDP desse vai para audiência de custódia ,onde outro FDP de um juiz vai mandar ele usar tornozeleira vai tomar no cu porra, pq não pega essa praga, desgraçado, mostro leva ele para brasileirinho mete bala nele…aff”, escreve um leito do Maskate, certamente o sentimento de muitos.

Mais uma vez não se sabe onde buscar as respostar, ou se há alguma coisa a ser dita além do que todo mundo já sabe. “Pois é né agora quem vai buscar essa criança quem vai cuidar da mesma quem vai ensinar está criança as coisas do dia dia fica a pergunta que não quer calar, isso e muito triste uma vida ceifada pelo crime pela desordem de políticos irresponsáveis e uma justiça cega lenta até quando …”, questiona outro leitor do Maskate, certamente uma pergunta que todos nós precisamos nos fazer.