O superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, deu sequência nesta quinta-feira (8) à sua participação na missão “Indústria 4.0”, que está ocorrendo na cidade alemã de Aachen, localizada na região administrativa de Colônia, com o objetivo de possibilitar que autoridades acadêmicas, empreendedores, consultores e gestores públicos e privados com atuação na Zona Franca de Manaus (ZFM) conheçam as tecnologias e metodologias empregadas no principal polo da Alemanha focado na Indústria 4.0.

A missão é promovida pela empresa MAP Technology, em parceria com a Universidade de Aachen (RWTH), e tem a cooperação de fundos de investimento e de órgãos públicos como Suframa, Universidade Federal do Amazonas e Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Por meio de fóruns de discussão, palestras e visitas técnicas, os participantes estão tendo a oportunidade de entender profundamente as reais possibilidades de aplicação da Indústria 4.0 na ZFM nos mais diferentes contextos: academia, indústria, organizações governamentais e empresas startups.

A programação teve início na quarta-feira (7), com visitas ao Centro de Maturidade da Indústria 4.0, à Fábrica de Demonstração, ao Centro de Indústrias Conectadas e ao Cluster de Internet de Produção (IoP) da Universidade de Aachen. As visitas visaram, entre outros objetivos, a uma experimentação presencial da Indústria 4.0 e também à demonstração de novas tecnologias e possibilidades da “Internet das Coisas”.

Nesta quinta-feira, Menezes e as demais autoridades integrantes da missão visitaram, pela manhã, o Centro de Transformação Européia 4.0 e, à tarde, além de um encontro com o reitor da Universidade de Aachen, estiveram também na fábrica inteligente Elisa, que possui mais de 135 anos de atuação nos ramos de telecomunicações e serviços digitais.

De acordo com o superintendente Alfredo Menezes, a participação da Suframa na missão está sendo bastante produtiva não apenas para divulgar a Zona Franca de Manaus para potenciais investidores, mas também identificar oportunidades para a indústria regional no tema da Indústria 4.0. “Aachen é um dos mais avançados polos do mundo focados nesta temática. Estamos conhecendo as tecnologias e os conceitos produtivos que eles empregam, como, por exemplo, na área da eletromobilidade, com a fabricação de carros, triciclos e bicicletas elétricas, e absorvendo como podemos colaborar, a partir da Zona Franca de Manaus, para o fomento à jornada da indústria brasileira rumo ao conceito 4.0”, destacou Menezes.

Encerramento

A missão será finalizada nesta sexta-feira (9), com visitas técnicas às unidades de Produção Tecnológica (IPT), Tecnologias a Laser (ILT) e Biologia Molecular e Ecologia Aplicada (IME) do Instituto Fraunhofer.