Thammy Miranda chegou à Câmara Municipal de São Paulo para sua posse como vereador, mas o mandato terminou antes mesmo de começar. Camilo Cristófaro (PSB), que havia sido cassado, conseguiu recuperar sua vaga, que seria preenchida pelo filho de Gretchen, por meio de uma decisão tomada pelo ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin.

Thammy subiu à tribuna, à convite do presidente da Câmara dos Vereadores, Eduardo Tuma, e fez um pronunciamento lamentando a decisão da Justiça de reinstalar Camilo. O discurso dele rendeu aplausos.

De volta à Câmara, Cristófaro foi cumprimentado por alguns presentes e ouviu gritos de apoio. “Pra cima deles, Camilo!”, gritou um. “Corrupto”, gritou uma opositora. O vereador, inclusive, chegou a se referir a Thammy no feminino, sendo corrigido pelo presidente.”Era menina quando conheci”, rebateu Camilo, que ainda criticou o discurso de Thammy. “A Justiça está feita, quem decidiu foi o relator da Lava Jato. Não vamos colocar em dúvida a decisão da Justiça”, declarou o vereador.