Desde que era criança, Arivaldo Canizo Filho brinca o carnaval debaixo das saias da Kamélia. O cargo foi herdado diretamente de seu pai, que foi o tripa até 2008. “Eu estou com ela há dez anos, e me sinto muito privilegiado em fazer parte desse símbolo que é a Kamélia”.

A ligação do atual “tripa” da Kamélia com o Olímpico Clube vem desde antes de nascer. Quando pequeno ele sempre participou dos bailes infantis e hoje em dia alegra diversos carnavais da cidade mantendo a tradição viva. Neste ano a Kamélia já tem presença confirmada nos desfiles dos G.R.E.S Vitória Régia e Cidade Alta, além de participar também da Bica no próximo sábado (15).

Ao longo desses anos junto da boneca, Arivaldo já coleciona diversas histórias memoráveis. No desfile das escolas do último ano, as roupas da boneca haviam ficado encharcadas pela chuva, fazendo com que ela pesasse mais que seus 35 quilos naturais, mas ainda assim o tripa não desistiu e passou mais de uma hora desfilando junto da Kamélia.

Arivaldo começou a ser tripa em 2009 e continua a tradição de seu pai

A história da boneca

A boneca deu as caras em Manaus pela primeira vez em 1938, quando o ex-diretor do Olímpico, Kandú, a trouxe da Bahia. Em 1940 foi feito o primeiro baile celebrando a Chegada da Kamélia e desde 1955 a boneca recebe do prefeito de Manaus a chave da cidade para dar início às comemorações do carnaval manauara. Atualmente, ela é considerada Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado do Amazonas.

Prefeito Arthur Virgílio Neto deverá receber de volta a chave da cidade durante Despedida da Kamélia

Baile de Despedida

O atual presidente do Olímpico Clube, Almério Botelho, informou que neste ano a boneca vai mudar um pouco a tradição na festa de despedida. Agora, além de receber a chave da cidade no primeiro dia de carnaval, ela também irá devolvê-la ao prefeito Arthur Virgílio Neto durante a despedida.

A tradicional Despedida da Kamélia acontece no dia 25 de fevereiro, terça-feira gorda de carnaval, no salão social do Olímpico Clube a partir das 21h06. A mesa para 4 pessoas tem o valor de R$ 100 e o camarote custa R$ 50. A festa vai ter a participação das escolas de samba Vitória Régia e Couro Velho e da banda do Rosivaldo e os Metais de Olinda.