WILSON LIMA, PARAENSE ARROCHADO EM DEFESA DA ZONA FRANCA

//WILSON LIMA, PARAENSE ARROCHADO EM DEFESA DA ZONA FRANCA

WILSON LIMA, PARAENSE ARROCHADO EM DEFESA DA ZONA FRANCA

Wilson Lima apenas acaba de chegar ao cargo de governador, mas já passou por dois paredões dos mais difíceis. Após desativar a bomba armada por Amazonino Mendes, foi a vez de colocar o colete à prova de bala e encarar a turma de Bolsonaro. E o fez com muita maturidade, calando os que o chamaram de ingênuo e despreparado para o cargo.

CHUTE NO TRASEIRO DA OPOSIÇÃO

Para quem apostou ou ainda aposta que ele será eliminado pelos conchavos e cascas de bananas desta casa chamada política, ontem, em Brasília, diante do ministro da economia, voltou para casa com a garantia de que nada muda na Zona Franca. Paulo Guedes vai ter de engolir o modelo econômico “privilegiado”, que salva os empregos de muitas famílias amazonenses e preservam a Amazônia para o mundo.

 

PROPOSTAS

Paulo Guedes cobrou de Lima uma ação concreta para que o Amazonas não dependa apenas da Zona Franca, e foi logo rebatido e cobrado sobre a desburocratização das exportações do Estado. “O Amazonas é um Estado que tem um potencial muito grande, por exemplo, de tornar o Brasil autossuficiente na produção de fertilizantes, com a exploração do potássio e do gás natural”, disse o governador.

 

2019-01-16T16:37:48+00:00janeiro 16, 2019|Manchete|